JOSÉ MANUEL NETO

José Manuel Neto
José Manuel Neto
José Manuel Neto
José Manuel Neto
José Manuel Neto
José Manuel Neto

José Manuel Neto é atualmente o mais brilhante guitarrista de fado.


Dotado de uma técnica evoluída e com uma sensibilidade e uma criatividade únicas, está na linha dos fora de série que têm escrito a história da guitarra portuguesa, como Armandinho, Jaime Santos ou José Nunes. 


Tem desenvolvido, dentro dos cânones do fado, um estilo próprio marcado pela fluidez, versatilidade e simplicidade frásica que caracteriza a melhor música popular. 


Começou a tocar guitarra portuguesa com apenas 15 anos e destaca-se, entre os intérpretes, como um dos instrumentistas mais requisitados no acompanhamento de fadistas, em espetáculos e gravações de discos. 

Em 1992, gravou o seu primeiro disco, o CD "Tears of Lisbon" (Lágrimas de Lisboa), gravado pelo Huelgas Ensemble e o Maestro Paul Van Nevel, com os fadistas Beatriz da Conceição e António Rocha, abrindo caminho para gravar com um elevado número de fadistas, dos quais destacamos: Argentina Santos (“Argentina Santos”, 2003), António Zambujo (“O Mesmo Fado”, 2002; “Outro Sentido”, 2007), Camané (“Esta coisa da Alma”, 2000; “Pelo Dia Dentro”, 2001; “Como sempre… Como Dantes”, 2003, com edição em CD e DVD; “Sempre de Mim”, 2008); Carlos do Carmo (“Ao vivo no Coliseu dos Recreios: 40 anos de Carreira”, 2004; “Fado Maestro”, 2008), Ana Moura (“Aconteceu”, 2004) e Pedro Moutinho (“Encontro”, 2006 e “Um Copo de Sol”, 2009).


Em 2004 a Casa da Imprensa entregou-lhe o “Prémio Francisco Carvalhinho”, atribuído ao melhor instrumentista e em 2008 é distinguido pela Fundação Amália Rodrigues com o “Prémio Melhor Instrumentista”


Em 2009, José M. Neto, apresenta o primeiro espectáculo em nome próprio, “O Som da Saudade”, onde interpretou melodias que tem vindo a compor ao longo dos anos, um leque  de temas assente na música de raiz portuguesa onde se mistura o fado e a música tradicional, enriquecida de uma complexidade harmónica que abre as portas ao improviso e às liberdades poéticas.   Em 2013, José Manuel Neto foi nome de cartaz do 3º Festival de Fado de Madrid, evento de grande prestígio e o mais importante de divulgação do Fado em Espanha, deixando uma plateia rendida à sua genialidade.   O domínio musical que caracteriza o seu trabalho é reconhecido, não somente através do acompanhamento de grandes fadistas, mas também na forma como interpreta a sua própria musica nos seus concertos a  “solo”.   2016 é o ano da sua consagração com o lançamento do seu primeiro trabalho discográfico , “ Tons de Lisboa “  


 

José Manuel Neto | Finta

© 2020 |  PG Booking | Agenciamento e Produção de Espetáculos

José Manuel Neto